Carnê Leão e Livro Caixa para dentistas – entenda

Profissionais autônomos precisam tomar cuidado na hora de pagar impostos. Isso porque eles são pessoas físicas, logo a tributação para eles é diferente da tributação para pessoas jurídicas. Autônomos, assim como profissionais liberais, são caracterizados como Pessoas físicas. Por isso, se você é um profissional de odontologia, precisa ficar atento ao Carnê Leão e Livro Caixa para Dentistas.

Carnê Leão e Livro Caixa para dentistas

Se encaixam nessas duas modalidades de pagamentos de impostos todos os profissionais autônomos, liberais locadores e pensionistas, ou seja, você, dentista autônomo, está enquadrado nessas modalidades.

O Carnê Leão e o Livro Caixa funcionam como uma coisa só, e para que você consiga compreender melhor do que se trata, vamos nos aprofundar um pouco no assunto.

  • Pessoal (salário e encargos de funcionários/colaboradores como secretárias e auxiliares);
  • Prediais (aluguel, contas de energia, telefone, aluguel e condomínio);
  • Serviços de laboratório;
  • Materiais de escritório e limpeza;
  • Materiais odontológicos;
  • Seguros;
  • Manutenção preventiva e corretiva;
  • Marketing.

Carnê Leão

O carnê leão nada mais é do que uma forma de recolhimento do Imposto de Renda voltado para pessoas físicas. Esse recolhimento ocorre todo mês e é obrigatório.

Quem tem obrigatoriedade de pagar o Carnê Leão não são somente os profissionais autônomos pessoas físicas, como também qualquer outra pessoa cujo rendimento é proveniente de uma pessoa física.

  • Contribuintes que receberam aluguel;
  • Profissionais Liberais;
  • Profissionais Autônomos;
  • Quem recebe pensão alimentícia.

Como ele funciona?

O programa Receita Federal Carnê Leão oferece um livro caixa que deve ser obrigatoriamente escriturado por qualquer profissional que exerça sua função sem abrir formalmente uma empresa, que é o que a maioria dos dentistas faz.

Você também pode realizar simulações aqui.

Esse livro caixa deve ser escriturado todo mês e nele deve conter todo o dinheiro que foi movimentado em decorrência da atividade do dentista pessoa física, bem como todos os recibos que esse profissional emitiu e as despesas que obteve ao exercer a sua função.

Suponhamos que você tenha atendido a um número x de clientes ao longo do mês e emitiu recibos para todos eles. No fim do mês, você terá que ter lançado nesse livro os valores que recebeu dos clientes, bem como despesas, como:

  • Contas de energia e de água;
  • Aluguel do ponto do consultório;
  • Salário de funcionários;
  • Material de trabalho, etc.

Esses são somente alguns exemplos de tudo o que você precisa registrar, mas a verdade é que essa análise deve ser feita com mais cuidado, a fim de que não se esqueça de nada.

Serviço Profissional em Contabilidade

Não é porque você trabalha como autônomo que não pode contratar um serviço profissional em contabilidade.

Você é um dentista, e não um contador, portanto, é normal não ter afinidade com assuntos como carnê leão e livro caixa para dentistas. No entanto, isso não quer dizer que você deve negligenciar seus registros contábeis, não é mesmo? Por isso, não deixe de contratar um serviço profissional em contabilidade.

Enquanto você foca no atendimento aos seus pacientes, deixe os números nas mãos de quem realmente entende do assunto. A Comed te entrega o que você precisa para colocar as finanças do seu negócio em ordem.

Quer saber mais sobre o assunto? Vamos marcar uma conversa e discutir como sua atividade comercial pode crescer com a orientação da Comed sobre contabilidade para dentistas!

Entre em contato!

Sucesso e até a próxima.