Imposto de Renda: 3 novidades anunciadas pela Receita Federal para 2020

A Receita Federal anunciou as novidades da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física para este ano. O prazo para entrega começou no dia 2 de março, então fique ligado para estar preparado para o encontro com o leão e não correr o risco de cair na malha fina!

 

São 3 as principais novidades:

1º: Não é mais permitida a dedução de gastos dos patrões com a previdência de empregados domésticos.

Ou seja, se você contratou um empregado doméstico em 2019 não vai poder abater no seu imposto de renda o pagamento da previdência dele, como era permitido nos anos anteriores.

2º: O pagamento das restituições mudou!

Antes, as restituições eram pagas em sete lotes, começando em junho. Mas a partir deste ano, serão apenas 5 lotes, começando em maio. Ou seja, você tem a chance de receber sua restituição mais cedo. Os outros lotes serão pagos em junho, julho, agosto e setembro.

E 3º: as doações a fundos do Idoso passam a funcionar da mesma forma que as doações feitas a fundos da Criança e do Adolescente.

Isso quer dizer que as doações feitas diretamente na declaração do Imposto de Renda, também podem ser deduzidas até o limite de 3% do imposto devido. E permanece o limite global de 6% para todas as deduções feitas em 2019, incluindo doações a outros fundos.

Veja mais detalhes sobre doação:

 

Covid-19 e prazo estendido

O prazo inicial para entrega da Declaração de Imposto de Renda era até dia 30 abril, no entanto, para amenizar os impactos da pandemia do Covid-19, o Governo Federal decidiu estender o prazo até dia 30 de junho.

Não deixe para última hora!

A multa para quem não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo será de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo será correspondente a 20% do imposto devido.

Aqui na Comed, nós já estamos prontos trabalhando! Agente sua visita. Nós estamos esperando por você!