Médico: Qual é a categoria ideal para escolher?

Não é incomum que os profissionais de medicina, sejam eles iniciantes na área, ou mesmo aqueles que estão na profissão há algum tempo, tenham dúvidas a respeito do modelo de trabalho ideal. É uma escolha que, muitas vezes, é difícil! Ser um médico autônomo, liberal, MEI e ME – são muitas opções. Qual é a ideal?

Fique tranquilo, pois essa não é uma dúvida exclusiva sua. Na verdade, ela é recorrente para aqueles que desejam começar uma carreira na medicina ou mesmo se reposicionarem no mercado.

Por isso, a Comed traz para você algumas informações importantes a respeito do tema. Quer saber mais sobre isso? Então continue conosco e descubra tudo que você precisa saber!

Médico Autônomo, liberal, MEI e ME

Todas essas classificações têm algumas diferenças, mas a principal diferença entre elas é em relação às obrigações fiscais, e é justamente por isso que os médicos querem escolher com cuidado.

Médico Autônomo

O médico que atua de forma autônoma é aquele que trabalha por conta própria, e que se responsabiliza sozinho pelas finanças e outras obrigações fiscais. Ele não tem vínculo empregatício com nenhuma clínica, consultório, hospital e afins.

Um profissional autônomo de medicina é alguém que e trabalha por conta própria, sendo responsável por emitir recibos usando o seu CPF e por pagar impostos. E esse profissional deve pagar o Imposto de Renda através doo carnê leão.

Não é incomum que a crença popular leve as pessoas a acreditarem que os autônomos são pessoas que não possuem qualificação profissional e outros aspectos. Mas, a verdade é que a realidade não é essa. O médico autônomo possui faculdade de medicina, assim como qualquer outro profissional habilitado.

Você pode conferir a tabela de tributação do IRPF aqui.

O médico autônomo pode sim trabalhar como pessoa física, prestando serviços a uma clínica ou consultório. Porém, isso significa que a empresa em questão deverá reter o IRPF na fonte e recolher os valores por conta própria, além de contribuir com o INSS. A porcentagem pode chegar a até 20%, tornando-se uma opção pouco vantajosa.

Médico Liberal

O liberal é aquele que tanto pode ter vínculo empregatício com uma empresa como pode trabalhar por sua própria conta.

A vantagem de trabalhar como médico liberal é que se ele trabalha por conta própria, pode lucrar muito mais do que trabalhando para outra pessoa. Em contrapartida, trabalhando sozinho, quem faz sua agenda é você mesmo, então se você fica sem clientes por um período, o faturamento não será tão bom assim.

A grande diferença entre o médico que trabalha como profissional liberal quando comparado ao optante pelo Simples Nacional está na contribuição com o INSS, que chega a até 20%.

No caso do Simples Nacional, o INSS já está incluso na carga tributária e o optante precisa pagar 11% sobre o pró-labore.

É claro que é preciso entender o seu caso com o auxílio de uma assessoria contábil especializada.

Médico MEI

O médico não pode ser MEI. Na verdade, para o profissional de medicina que deseja trabalhar como PJ e ter uma empresa individual, é necessário abrir uma EIRELI – Empresa Individual de Responsabilidade Limitada, cujo capital social deve ser de, no mínimo, 100 salários mínimos. Outra opção é ter uma sociedade limitada.

É preciso ter atenção, pois a EIRELI deve pagar o ISS (Imposto sobre Serviços) sobre o faturamento, e não trimestralmente – como acontece com a Sociedade Simples.

A tributação é de 11,33% +  ISS, que varia de 2% a 5%.

Médico ME

Esse profissional pode ter até trezentos e sessenta mil reais de faturamento ao ano e, para formalizar o negócio, é preciso um registro na junta comercial como EIRELI, como já citado acima ou como Sociedade Simples.

Serviço Profissional

Independentemente da classificação que você escolher para trabalhar, o ideal é que conte com um serviço profissional de contabilidade para médicos, a fim de te alertar sobre os prós e contras de cada escolha.

Além disso, também é ideal que seja feito um acompanhamento da contabilidade do seu serviço, afinal, acompanhar os registros é a melhor maneira de fazer tudo funcionar corretamente.

Agora você já conhece as diferenças entre médico autônomo, liberal, MEI e ME!, que tal entender melhor sobre Médicos Pessoas Físicas e Jurídicas? Nós separamos um conteúdo que te ajudará a entender as principais diferenças, vantagens e desvantagens de cada um. Leia aqui!

Se você quiser saber mais sobre as alíquotas, sobre qual o regime tributário ideal para o seu negócio e sobre qual o modelo de trabalho mais adequado para a sua atividade, então entre em contato com a Comed. Será um prazer ajudá-lo a encontrar a melhor saída para o seu sucesso!

Até breve.